‘Setembro Amarelo’ propõe ações de prevenção ao suicídio

‘Setembro Amarelo’ propõe ações de prevenção ao suicídio

 

No Amapá, diversas entidades oferecem atendimento gratuito à população

Ouvir, sem julgar – “Você não está sozinho!”. Esse é o movimento de acolhida proposto pela Campanha Nacional “Setembro Amarelo”. É o mês escolhido para refletir sobre a prevenção ao suicídio, depressão e transtornos associados. O ‘Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio’ ocorre em 10 de setembro. No ano passado, em Macapá, foi lançado o aplicativo ‘SOS Vida Amapá’, desenvolvido pelo Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), em parceria da Secretaria de Saúde (Sesa).

O aplicativo é gratuito.

Iniciada, em 2015, pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), a campanha “Setembro Amarelo” mobiliza ações com a sociedade para debater o tema. O foco é conscientização sobre a prevenção do suicídio, por meio de atitudes simples como ‘ouvir’ e ‘acolher’. O Ministério da Saúde tem uma página dedicada ao tema, com orientações e iniciativas pelo país: http://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/suicidio  

Saiba como ajudar na prevenção 

Números alarmantes – Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmam que a cada 40 segundos, uma pessoa no planeta morre por suicídio. Esse número representa mais de 800 mil mortes em decorrência dessa prática. Segundo pesquisa da OMS, de 2014, nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas.

No contexto de Brasil, os mesmos dados da pesquisa apontam o suicídio como a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, aqui no país. O “Mês Amarelo” consiste na conscientização sobre atitudes de prevenção ao suicídio, que pode ser evitado. No Amapá, diferentes instituições oferecem atendimento gratuito à população.

ATENDIMENTO NO AMAPÁ

  • CAPS III Gentileza: Adultos a partir de 18 anos. Atende transtornos graves e persistentes.
  • CAPS I Infanto Juvenil: Até 18 anos. Atende crianças e adolescentes com transtornos graves, incluindo relacionados ao uso de drogas.
  • NAI: Para acadêmicos da UNIFAP
  • Clínica de Psicologia da Fama
  • Plantão Psicológico IMMES
  • Centro de Atendimento a Mulher e à Família (CAMUF)
  • CAPS II Espaço Jardim: Atendimento a crianças e adolescentes até 18 anos.

 TOME NOTA – Se você precisa de apoio emocional, o CVV oferece serviço gratuito, pelo telefone 188 ou no site www.cvv.org.br.

 #VocêNãoEstáSozinho!


ATENÇÃO – As informações, as fotos, imagens e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: AsCom UNIFAP. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/AsCom UNIFAP.
Fechar Menu