Principal > Reitora fala na tribuna da Alap sobre consolidação do curso de Medicina - 09/05/2017 - 1126189 - CLEIDE DO SOCORRO MORAES DE AZEVEDO

Reitora fala na tribuna da Alap sobre consolidação do curso de Medicina

A convite do deputado estadual Antônio Furlan (PTB), a reitora da Universidade Federal do Amapá, Eliane Superti, utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amapá durante o expediente da manhã desta terça-feira, 5, para informar sobre a nota 4 obtida pelo curso de Medicina no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) divulgada essa semana pelo Ministério da Educação (MEC).

Superti lembrou que, em 2010, ocorreu um intenso debate na Casa de Leis sobre a viabilidade da implantação do curso. À época, estiveram reunidos representantes da Universidade, Conselho Regional de Medicina do Estado do Amapá e sociedade civil para discussão. Na oportunidade, a Unifap enfrentou forte oposição para implantar o primeiro curso de Medicina no Amapá. Havia certo receio de que, talvez, o curso não se consolidasse.

“Já naquele período, nós afirmávamos que o curso de Medicina da Unifap seria um dos melhores da região Norte e do Brasil. Hoje é muito gratificante retornar nesse momento e poder anunciar que estamos entre os 50 melhores do país”, afirmou a reitora, que atribuiu a conquista ao trabalho coletivo de professores, técnicos e acadêmicos da Instituição. “Venho aqui como representante de uma comunidade acadêmica pujante que colabora todos os dias para a melhoria de nossa Universidade”.

Eliane Superti ainda declarou que o curso não está em primeiro na região por ainda não contar com seu Hospital Universitário (HU) em pleno funcionamento. “Esse resultado só não nos colocou no topo da lista por não temos ainda o HU. Quando tivermos, estaremos, com certeza, no topo da lista”. O HU vai oferecer suporte pedagógico a diversos cursos da Universidade: Educação Física, Pedagogia, Administração, Fisioterapia e outros que possuem vertentes  dentro da administração hospitalar.

O deputado Furlan parabenizou toda a comunidade acadêmica e se prontificou em atuar para que a Universidade obtenha outro objetivo importante para o Amapá: a implantação do seu complexo rural no município de Mazagão. O objetivo é implantar no município os cursos de Agronomia, Zootecnia e Medicina Veterinária. “A criação desse complexo vai ao encontro do que o Amapá busca hoje em seu eixo de desenvolvimento, o agronegócio”, avaliou o deputado.

Furlan disse que tem trabalhado junto à Prefeitura de Mazagão para cessão de uma área de 100 hectares que possibilitaria a construção da Fazenda-Modelo, o que colaboraria para viabilizar a criação do Complexo Rural da Unifap.

  • 1
  • 2