Principal > Unifap e Secretaria de Estado da Educação promovem I Seminário de Educação em Direitos Humanos do Amapá - 11/06/2018 - 1743601 - JACQUELINE FREITAS DE ARAUJO

Unifap e Secretaria de Estado da Educação promovem I Seminário de Educação em Direitos Humanos do Amapá

Atividade conta com apoio do curso de Especialização em Estudos Culturais e Políticas Públicas e do Observatório da Democracia, Direitos Humanos e Políticas Públicas

 

O curso de Especialização em Estudos Culturais e Políticas Públicas e o Observatório da Democracia, Direitos Humanos e Políticas Públicas, vinculados à Universidade Federal do Amapá, realizam, em conjunto com a Secretaria de Estado da Educação, o I Seminário Estadual de Educação em Direitos Humanos do Amapá.

O evento ocorrerá no dia 9 de novembro, das 8h às 12h, no Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, em Macapá. O evento é gratuito e aberto a interessados.

A atividade é voltada a professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino e tem como proposta discutir metodologias para orientar a implementação de projetos de educação em direitos humanos nas escolas públicas do estado.

Na ocasião, será lançado o livro Diversidade e o campo da educação: relatos de pesquisa, obra que reúne pesquisas realizadas no curso de Especialização em Gênero e Diversidade na Escola, ofertado pela Universidade Federal do Amapá.

“A produção de conhecimento dos alunos do curso será agora usada como material para subsidiar a ação pedagógica dos professores e coordenadores pedagógicos para implementação de projetos interdisciplinares para discutir direitos humanos e formação cidadã na comunidade escolar, considerando a realidade e as demandas de cada escola”, explica o professor  Antonio Sardinha, da Unifap.

A proposta do I Seminário Estadual de Educação em Direitos Humanos é socializar e discutir metodologias que permitam o uso das pesquisas produzidas sobre direitos humanos e diversidade na escola para construção e implementação de projetos de ensino que promovam a cultura de respeito aos direitos humanos nas escolas públicas estaduais.

 

Texto: Antônio Sardinha