Principal > Assinatura de convênio entre Unifap e Santander disponibiliza bolsa para mobilidade internacional - 15/03/2018 - 1536278 - KLEBER SOARES DA SILVA

Assinatura de convênio entre Unifap e Santander disponibiliza bolsa para mobilidade internacional

A reitora, professora Eliane Superti, e a gerente do Santander, Roseane Chaves, assinaram na manhã de ontem, 14, um convênio que prevê a concessão de sete bolsas no valor de € 3 mil euros para intercâmbios, por até um semestre, de estudantes de graduação da Unifap entre universidades de nove países da região da Ibero-América: Argentina, Colômbia, Chile, Espanha, Peru, Porto Rico, Portugal, México e Uruguai.

A Pró-reitoria de Cooperação e Relações Interinstitucionais (Procri) vai publicar o edital com as regras para os interessados concorrerem às vagas ainda este semestre. O valor deve ser usado para cobrir custos com transporte, hospedagem e alimentação, já que o curso deve ser concedido como resultado de um acordo estabelecido entre a universidade de origem e a de destino.

O pró-reitor da Procri, professor Paulo Gustavo, informou durante a assinatura que atualmente a procura e a concorrência por esse tipo de bolsa aumentou. “Nós saímos de um plano em que praticamente não havia concorrência e hoje, para essas sete bolsas, a expectativa é de que aproximadamente 150 pessoas se inscrevam, de acordo com o que avaliamos em editais passados”, avaliou.

Há três anos uma dessas bolsas é destinada exclusivamente ao município de Oiapoque. Ainda assim os acadêmicos do campus Binacional podem tentar mais vagas na ampla concorrência. Roseane Chaves destacou o sucesso da parceria e o empenho da Procri em buscar essas bolsas em todos os programas de mobilidade atualmente oferecidos pelo Santander. “A bem sucedida relação entre Unifap e Santander já gerou bons frutos e grandes experiências de vida a muitos estudantes”, disse.

As bolsas de mobilidade acadêmica no âmbito da graduação ganham, ao longo dos anos, mais relevância dentro da Universidade.  A reitora Superti explica que processos de internacionalização na graduação têm sido cada vez mais difíceis. “Hoje, a internacionalização está muito mais voltada para a pós-graduação e para docentes. Na graduação são poucas as iniciativas, daí a importância dessa parceria Unifap/Santander”, afirmou a reitora.

O Programa Ibero-Americanas está em sua 8ª edição e este ano vai contemplar 1.070 universitários em todo o Brasil.

 

 

  • f1
  • f2
  • f3