Prefeitura projeta sistema de tratamento de água no Campus Marco Zero

Prefeitura projeta sistema de tratamento de água no Campus Marco Zero

 

A iniciativa possibilitará a manutenção do abastecimento na Universidade.

A Prefeitura de Campus, da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) – Marco Zero, iniciou a construção de um sistema próprio de tratamento de água, para início do funcionamento a partir do ano letivo de 2020.

A iniciativa surge como alternativa para diminuir a dependência única de abastecimento prestado pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (CAESA). Durante anos, as recorrentes interrupções do serviço nas dependências da instituição são motivadas pela descontinuação de abastecimento por parte da concessionária estadual, o que gera inúmeros transtornos à comunidade acadêmica.

Novas medidas

O novo poço já está em funcionamento na UNIFAP. Foto: AsCom

Um novo poço já está em funcionamento e um antigo será reativado.  A Prefeitura já aderiu a uma ata de registro de preço. Essa ação possibilitará a construção do sistema de tratamento para eliminar os metais e deixar a água em níveis de potabilidade aceitáveis. 

De acordo com o prefeito do Campus – Arquiteto e Urbanista, Raimundo Brazão, no momento que os dois poços estiverem ativos, a dependência da CAESA será reduzida consideravelmente. 

“Esse problema de descontinuidade no fornecimento de água é antigo. As administrações passadas não sanaram essa falha. Com o novo poço, e a reativação do antigo, vamos manter a manutenção do nosso sistema interno em dia, para evitar a falta de água na UNIFAP”, assegurou o prefeito. 

Confira entrevista com o Prefeito, no “Unifap Notícias”.


ATENÇÃO – As informações, as fotos, imagens e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: AsCom UNIFAP. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/AsCom UNIFAP.
Fechar Menu