PROEAC já atendeu 160 pedidos de Auxílio Emergencial aos estudantes na COVID-19

PROEAC já atendeu 160 pedidos de Auxílio Emergencial aos estudantes na COVID-19

 

Confira o quadro com os números os pedidos deferidos e indeferidos.

A Pró-Reitoria de Extensão e Ações Comunitárias (PROEAC), da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) disponibilizou na segunda-feira, 10 de agosto, o quadro atualizado do Auxílio Emergencial, como total de 438 solicitações. Até o momento, 160 pedidos foram deferidos para pagamento do auxílio. Outros 140, foram devolvidos para os estudantes anexarem documentos comprobatórios, conforme prevê o Edital.

O Auxílio Emergencial é oferecido aos estudantes em vulnerabilidade socioeconômica, com base na Resolução 14/2017 – CONSU/UNIFAP. A Pró-reitoria reforça a veracidade e transparência dos procedimentos legais adotados para a concessão dos benefícios. No quadro, abaixo, é possível acompanhar em números os pedidos deferidos e indeferidos, conforme motivos apresentados.

A PROEAC ressalta, ainda, que os alunos, que desejam solicitar o recurso, precisam estar atentos aos comunicados dispostos na página da PROEAC,  sobre as exigências dispostas no documento oficial do auxílio em questão.  Confira o manual para aderir ao Cadastro Único, com as informações necessárias.

Acesse aqui o Comunicado.

 

Confira as publicações sobre o Auxílio Emergencial

COVID-19 | PROEAC oferece auxílios emergenciais aos alunos durante a pandemia

PROEAC divulga lista final dos selecionados para Auxílio Emergencial Alimentação Pecúnia

Auxílio Emergencial ofertado aos estudantes em vulnerabilidade social segue fluxo contínuo  


Acesse a página de Orientações de Prevenção ao Coronavírus da UNIFAP


Conheça as Redes Oficiais da UNIFAP:

Facebook  – www.facebook.com/unifapoficial/   Twitter – twitter.com/unifapoficial
Instagram – www.instagram.com/unifapoficial/Flickr – www.flickr.com/photos/unifap-oficial/ 


ATENÇÃO – As informações, as fotos, imagens e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: ASSESP/UNIFAP.
Fechar Menu